Louremar no Facebook Louremar no Twitter
NOTÍCIAS
< Voltar
Depois de ajudar a construir posto de combustível do novo-rico da cidade, Prefeito confessa o ato ilegal e é processado pelo MP
Publicada em 29/09/2017 às 10:27:20

Se alguém tiver dúvida de que a profissão de enfermeiro torna a pessoa rica financeiramente em pouco tempo, não conhece a trajetória de Dominique Vieira (na foto à direita) em São Luiz Gonzaga do Maranhão.

Se alguém relacionar uma pessoa que gosta de ajudar os amigos usando bens públicos e não incluir no rol o prefeito de São Luis Gonzaga terá cometido uma grande injustiça.

Francisco Júnior é o prefeito da cidade e Dominique Vieira é o novo-rico de São Luiz Gonzaga, a 260 quilômetros da capital do Maranhão. Os dois são amigos e agora parceiros em uma Ação Civil Pública ajuizada pela promotora de Justiça Cristiane dos Santos Donatini.

Dominique era apenas enfermeiro há pouco tempo. Desempregado, aceitava viajar até São Luis para tirar os plantões de um amigo. Era como se sustentava até montar uma pequena farmácia. Depois ampliou as vendas para gêneros alimentícios no mesmo local. E logo depois passou a comercializar material de construção através da empresa Excelência Material de Construção.

Em março deste ano, a empresa de Dominique venceu uma licitação na prefeitura de São Luiz Gonzaga no valor de 1 milhão 352 mil reais.

Dominique constrói posto de combustível com máquina do PAC

São Luis Gonzaga tem 20 mil habitantes, dois postos de combustível e uma frota de 3 mil veículos. A maioria composta de motos, os carros não chegam a 700, são exatamente 654 dentre automóveis, caminhões e utilitários, segundo informa o IBJE.

O enfermeiro resolveu expandir seus negócios e construir um posto de gasolina na cidade. O novo empreendimento não poderia prescindir da ajuda do amigo prefeito que, pasme o leitor, emprestou uma retroescavadeira do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento.

É a típica confusão que os gestores fazem entre o que é deles e o que é público. Como os bens públicos estão ao alcance das mãos, imaginam que possam dispor de qualquer forma. Nesse caso a máquina serviu para acelerar o crescimento do patrimônio do enfermeiro Dominique.

Prefeito confessou o crime, diz MP

O ato ilegal de acordo com a Lei nº 8.429/92 (Lei de Improbidade Administrativa) foi confirmado pelo próprio prefeito durante entrevistaa uma rádio local, diz a ação do Ministério Público.

A cessão de bem público a particular constituir também crime, a promotora de justiça Cristiane dos Santos Donatini deu entrada em uma representação junto à Procuradoria Geral de Justiça, para adoção das medidas criminais cabíveis, haja vista, prática de crime previsto no Decreto-Lei nº 201/67.

A qualificação dos amigos e parceiros Franciso Júnior e Dominique Vieira está assim fundamentada nos autos: o prefeito cometeu ato de improbidade e o enfermeiro ato de improbidade que importa em enriquecimento ilícito.

Compartilhe Compartilhe:
Imprimir: Depois de ajudar a construir posto de combustível do novo-rico da cidade, Prefeito confessa o ato ilegal e é processado pelo MP Voltar Ir para o Topo RSS
Comentários
0 comentário
    DEIXE SEU COMENTÁRIO
    campos marcados com * so de preenchimento obrigatrio!
     
     
      Louremar no Facebook
      Estatísticas de acesso
    » Usuários on-line: 9
    » Notícias lidas hoje: 421
    » Notícias lidas ontem: 931
    » Total de Visitas: 6481585
    © Copyright 2013 - Louremar Fernandes